SIGAGP – GESTÃO DE PATRIMÓNIO

Plataforma integrada de inventariação que, para além da Receita e da Despesa Contabilística do bem, prevê também, Amortizações, Abates e outros elementos contabilísticos para uma gestão mais eficaz da vida do bem e do universo patrimonial da Organização.

Em conformidade com a Legislação Portuguesa e Angolana

PRINCIPAIS OBJETIVOS

Ao Nível do Inventário
  • Garantir o adequado registo dos bens do ativo imobilizado não financeiro do Estado e/ou Organizações e Empresas;
  • Proporcionar uma identificação inequívoca de cada bem;
  • Promover uma maior reutilização dos bens, facilitando a sua transferência interna e entre organismos;
  • Disponibilizar, em formato digital, plantas de localização e de interiores dos edifícios do Estado e dos arrendados para e pelo Estado e/ou Organizações e Empresas;
  • Promover a afetação dos bens móveis aos locais e aos funcionários responsáveis pela sua guarda e conservação.
Ao Nível Financeiro
  • Suportar e agilizar as operações de inventário, garantindo a atualização da informação dos bens;
  •  Permitir o registo de todas as operações com impacto direto nos valores patrimoniais dos bens, automatizando o cálculo das depreciações e das grandes reparações/benfeitorias que provoquem aumento de vida útil dos bens;
  • Disponibilizar a informação de gestão requerida quer pelas disposições legais, quer pelas necessidades operacionais específicas da Entidade;
  • Facultar a disponibilização, em formato digital, dos documentos contabilísticos referentes à aquisição / construção / produção de bens patrimoniais;
  • Controlar os processos de atualização da informação, mantendo o respetivo histórico do bem;
  • Prevenir a duplicação, quer de informação, quer de tarefas;
  • Facilitar o acesso à informação, tornando-a mais fácil de pesquisar;
  • Controlar e gerir os acessos à informação, mantendo o nível apropriado de permissões e a sua auditabilidade.
Vantagens
  • Plataforma elaborada de acordo com a legislação em vigor para o setor;
  • Registo da localização de bens inventariados com histórico de localização;
  • Produção de etiquetas e leitura de códigos de barras;
  • Interligação com o módulo financeiro para evitar duplicação de tarefas e de dados e facilitar a gestão geral do património;
  • Cálculo automático dos valores relacionados com a amortização e com a avaliação de bens;
  • Elaboração automática e uniforme de mapas estatísticos obrigatórios por lei;
  • Conhecimento e responsabilização sobre os bens móveis, veículos, imóveis e ativos intangíveis que integram o património da organização;
  • Importação de histórico pré-existente;
  • Aumento dos níveis de controlo do património existente;
  • Maior eficácia na gestão da informação patrimonial, com base em pesquisas e cruzamento de dados.
  • Incremento de índices de segurança da informação com políticas de backup diárias.
Contacte-nos

Envie-nos a sua dúvida. Entraremos em contacto assim que possível. Obrigado

Not readable? Change text.